Minta


Venha e minta para mim, conte que me ama, que te agrado, que sou legal e o único. Experiências têm uma impressão duradoura, mas palavras uma vez ditas não significam muito agora e a convicção é o caminho... E quando eu digo inocente, eu devo dizer ingênuo. Então minta para mim, mas faça com sinceridade, faça-me escutar apenas por um minuto e deixe-me pensar que existe alguma verdade nisso. Promessas feitas por conveniência não são necessariamente do que precisamos. A verdade é uma palavra que perdeu seu significado, a verdade se tornou meramente meia-verdade. Por isso eu venho a dizer novamente, minta para mim, mas faça com sinceridade. Deixe-me pensar pelo menos por um momento que ao final do dia haverá alguma grande recompensa estará esperando por mim. Isso só é uma verdade básica da condição humana que todos mentem. A única variável é sobre o que.

Até que você queime
Até que você se encontre
Até você aprender
Até que você veja
Até que você acredite
Até que você lute
Até você cair
Até o final de tudo a todos
Até que você morra
Até que você esteja vivo
Até que dê
Até que você tenha usado
Até que você perdeu
Até que você perde
Até que você veja, como você pode acreditar?

Até que a verdade se torna uma mentira
Até que você mude, até que você negue.


Continue lendo >>

365.006.011.002.009.016.010



Eu não preciso mais desse corpo, dessa mente, dessa alma. Não quero mais essas lembranças, pensamentos e essa dor. Preciso de ajuda, não sei onde buscar acho que já tentei todas as saídas e estavam todas fechadas, fechadas como uma grande mão a minha face me empurrando para trás fazendo me sentir fraco e obrigado a novamente passar por pesadelos na minha mente com que eu tenho que aceitar que chegou minha hora, a hora de eu aprender a viver com algo pesado para carregar. Voltando aquela vontade de uma presença para que assim pudesse soltar toda minha raiva e ódio em um olhar, um monstro criado sem sentimento assim como um se criou diante de mim me derrubando e mais nada. Acho que seria uma forma de começar a despedaçar aos poucos quem um dia me estragou. Eu realmente não preciso mesmo mais desse corpo que somente está me deixando mais fraco e gasto a cada dia que passa. Hey! Quanto tempo se faz desde então? Exatamente 365 dias que em meu mundo o sol já se pôs e tudo ficou cinza. A lembrança me tortura, desde então algo novo começou. Mesmo um momento de alegria me dói nesse longo tempo como uma faca fria penetrando em minha carne. Observe a própria intenção dissolvendo... São palavras frescas que surgem. Até as pessoas que deveríamos amar, dentro de nosso coração se despedaçam como flores ao esfatiar a razão e, as flores acabam sendo conhecidas como fúteis, é o final.
Mesmo sem asas eu desejo voar, com certeza seria algo sensacional, a melhor coisa que uma simples pessoa poderia ganhar para começar a viver novamente. Encontrar sua paz de espirito, descobrir algo surreal que tenha um valor correto para começar a idolatrar, tirar uma energia daquilo assim apagando automaticamente tudo que já se viveu antes. Bom seria se fosse fácil, pois a tempestade nunca passa e assim me impede de tomar tal impulso.
A brisa da primavera consegue fazer um som tranqüilo, enquanto meus sonhos se esmigalham e meu futuro se quebra. Difícil dizer se eu tenho um... Tento esconder minhas lágrimas fracas atrás de um sorriso falso, tem um tempo que estou atingindo isso com sucesso, mas não posso mais esconder e está ficando cada vez mais insuportável de aguentar, preciso encontrar mais maneiras de tirar tal mancha suja de mim, acho que ainda tenho um pouco de força para esse ultimo folego, ou não, não sei. Tudo ainda parece girar, tudo está fora de ordem. Meus anos de sonhos, no fim, meu verdadeiro eu estará lá? Qual será o meu eu verdadeiro? Também não sei, estou forçando por um lado desconhecido, testando eu diria. É complicado demais se esforçar em ser paciente e o maior entendedor possível, estender minha mão e tudo cair agora. Estou no inferno sob controle dele, daquele que não conheço mas quero comigo em meu novo eu de ser com tudo e todos. Vai ver esse é o começo de um novo fim para outro novo começo, onde as luzes já estão se apagando e o palco onde o palhaço se apresentava como idiota, ficará escuro. Minhas poucas lágrimas que me escapam hoje caem frias, bem diferente daquele tempo quando caiam queimando sob minha face, tudo que sai de mim é frio. Algo forçado, algo aceitável de eu mesmo. Se for possível, que apareça alguém e me diga o que é realmente viver? Eu queria tanto cair fora dessa vida que é assim, ordinária. Sem mais mascaras, por favor, não quero me enganar com nenhum ser vivo mais, não quero receber mais nenhuma falsidade, já aprendi a lição, algo que levarei pra sempre. Só quero a simples realidade de cada um, não se preocupem comigo se irá desagradar um pouco, eu confesso e digo com firmeza que é o melhor caminho aceitar assim, pelo menos pra mim. Eu sei que nem todo mundo é assim, mas não posso aceitar toda essa brincadeira onde olho pra todos e todos estão usando máscaras.
Algumas regras criadas, algumas maneiras para tentar viver sem ter tropeços em um amanhã, ter mais um sentimento onde depois só se traz consequências e desespero que realmente não será nada agradável de conviver com aquilo. Pedir desculpas? Isso já se foi, já pedi demais até por muita coisa que nem culpa eu tinha, só para tentar ser aquele bonitinho da vez, sem culpa nenhuma, já se foi, desgastou. Obrigado? Nem espere isso. Costumava a pensar e falar que pra mim atenção era tudo, também já estou tirando isso da mente, que se dane tudo, não posso mais me importar com algo que quase sempre irá me chatear, já tenho uma grande lista de coisas me chateando a tempo e não preciso de mais disto. Pode ser considerado algo que deixa forte para futuros caminhos mais difíceis onde talvez possa valer a pena, mas também algo que o pode deixar mais fraco. Dois caminhos, duas alternativas. Eu não escolho, vem com as surpresas da vida, boas ou ruins. É revoltante lembrar frases onde me disseram e dizem para me deixar melhor e tudo mais, uma delas: Ventos bons virão! Besteira, eu ignoro e já penso: Troque de lugar comigo e deixa eu te dizer o que me disse! Já me perguntaram o porquê deu eu valorizar mais o fracasso do que minhas conquistas e é simplesmente fácil responder: Conquistas só duram até alguém as estragarem, fracassos duram para sempre.

Continue lendo >>

  ©This story ends where it began...