O que se foi, o que se vai


Lágrimas pela lembrança e lágrimas pela alegria, lágrimas para alguém e para si. Solitário lá fora na loucura, o olho que tudo vê paira sobre nós para iluminar o céu. Libertando as cores diante de meus olhos. Dores de ontem, mentiras de amanhã. As nuvens me elevam e devo retornar do... O jardim suspira, as flores morrem.

Continue lendo >>

Desejo



O primeiro dos últimos dias, subindo realmente bem alto e caindo realmente bem longe. Nenhuma necessidade para ficar a última coisa que sobrou e simplesmente jogando fora.  Eu pus minha fé em Deus e minha confiança naquele sentimento e pensamento de todos os dias. Desejei que houvesse algo real, desejei que houvesse algo verdadeiro, algo verdadeiro nesse mundo cheio de você. Eu sou aquele com esse maldito buraco, sem nenhuma boa história para contar depois de muita coisa que já se foi no meu caminho para o inferno. Ter de receber sua grande frieza. Você não acha que já está tendo toda diversão? Você me conhece e eu odeio todo mundo. Desejei que houvesse algo real, algo verdadeiro. Eu sempre quero tudo que não posso ter e acostumado com isso eu já sei viver, enganando a mim mesmo.

Continue lendo >>

Amanhã



Onde você estará amanhã? Como você vai enfrentar esse sofrimento? O que você vai ser quando morrer? Porque nada vai durar pra sempre e as coisas mudam com o tempo. Basta olhar para si mesmo, você pode ver onde você está? Olhe para si, mas não esconda as cicatrizes. Só basta olhar para si mesmo e verá que não tem pra onde ir. Amanhã você vai ter de viver com as coisas que você diz, você terá que atravessar pontes que você queimou hoje. E tudo que você faz, está voltando pra você, não há como fugir. Aterrorizado pela tristeza, dado à loucura, correndo para se esconder. Basta olhar para si mesmo, você gosta do que vê? Olhe para si, isso é como deve ser? Basta olhar para si, porque não tem para onde ir.

Continue lendo >>

  ©This story ends where it began...